O que é o Big Data?

Por muito tempo, as empresas foram adeptas a modelos arcaicos pra ter algum sucesso usando seus bancos de dados: essa dificuldade é a dor que gerou o nascimento da big data pra fins comerciais.

De uma forma geral, big data é o esforço de usar computação pra interpretar padrões em quantidades enormes de informação, que seriam impossíveis (ou muito difícil) de serem interpretados por humanos. Inicialmente, em termos leigos, isso foi criado pra ensinar robôs a pensar, ou seja (em termos leigos): ao analisar centenas de milhares de imagens, a máquina entendeu o que era uma maça e o que era um carro. Pode até parecer bobagem, mas esse tipo de associação feita pela máquina usando big data fez com que computadores que antes só faziam o que eram mandadas fazer, agora entendessem o mundo à sua volta. Louco, né?

Voltando agora pro mundo comercial, e como big data se aplica nisso tudo: estar por dentro das tendências do que o mercado te oferece como maneiras mais eficientes para gerir a sua empresa é uma tarefa difícil, reconhecemos isso. Antes de entrarmos em mais detalhes nesse processo, se precisar de ajuda com as terminologias que vamos usar abaixo, fizemos esse post aqui especificamente pra isso: Glossário de vendas Outbound !

Entender os clientes é a parte mais importante ao montar um negócio, pois de nada vai adiantar oferecer um produto ou serviço que ninguém deseja obter. Só no Brasil são mais de 200 milhões de pessoas e mais de 44 milhões de empresas. E agora? Como entender quem o seu produto/serviço vai atrair?

Hoje vamos entender um pouco melhor acerca do que é o Big Data no universo de prospecção ativa B2B, como ele pode te ajudar na rotina da sua empresa e qual benefício ela pode te proporcionar. 

Se você não faz idéia do que é prospecção ativa, vale a pena assistir esse video de 3 minutos aqui:

Big data no mundo dos negócios

O termo “Big Data” no mundo de prospecção ativa B2B surgiu para atender as seguintes demandas: velocidade, variedade e volume, os chamados três Vs. No geral, entende-se que há uma plataforma que serve para extrair, de uma fonte geral, dados necessários pra facilitar vendas pra outras empresas.

Na prática, o Big Data funciona da seguinte maneira: a plataforma capta os dados de diversas fontes de dados públicas, e mostra pra você as empresas que você buscar baseado nos critérios selecionados. Como um buffet de comida a quilo: você escolhe o que vai comer!

Você consegue entender demandas mercadológicas, prever quais produtos/serviços tem mais chance de vender, quais as necessidades mais latentes e pedidas, e encontrar os detalhes pra contactar os clientes. Vale a pena tentar entender o tamanho do seu mercado!

Isso tudo serve para melhorar a forma que você está gerindo a sua empresa. Não tem problema algum em demonstrar fraqueza nessa hora, prefira errar primeiro e acertar muito depois, afinal, dessa maneira você não vai repetir os erros das primeiras vezes, evitado problemas no futuro e até prejuízos. 

Quando dizemos prejuízos, não estamos nos referindo somente ao financeiro, e a sua imagem no mercado. 

Perceba que o Big Data serve como uma plataforma que reúne procedimentos aptos a conferir dados em larga escala para que se obtenha resultados mais específicos, utilizados por interessados a fim de obter uma melhora em seu negócio. 

O tempo que você ia perder para realizar o mesmo processo que o Big Data faz, é o tempo reutilizável em outros pontos importantes da sua empresa. 

Como o Big Data te beneficia no dia a dia? 

Como vimos, a intenção do Big Data é te ajudar a captar o máximo de clientes possível, agindo de maneira mais rápida e efetiva do que outras plataformas existentes no mercado. 

Por esse motivo, vamos visualizar agora alguns benefícios que o Big Data pode te oferecer para tornar a sua rotina mais ágil e produtiva

Benefícios do uso da tecnologia nos negócios

  • O planejamento é simplificado.
  • A velocidade do lançamento de novos projetos.
  • As chances encontrar demandas pros seus projetos são maiores.
  • Você pode medir a satisfação do usuário.
  • Mais fácil de encontrar e atrair o público-alvo.
  • A interação com clientes e contratados é acelerada.
  • Integração simplificada da cadeia de suprimentos.
  • Aumenta a qualidade do serviço ao cliente, a velocidade da interação.
  • Aumenta a lealdade dos clientes atuais.

Benefícios do uso de big data no marketing

  • Crie avatar precisos de consumidores-alvo.
  • Prevendo reações do consumidor a mensagens de marketing.
  • Personalização máxima de mensagens publicitárias.
  • Aumente as vendas cruzadas, repita as vendas, remarketing.
  • Pesquisa e determinação das razões da popularidade de produtos populares.
  • Melhorando produtos e serviços, aumentando a fidelidade do cliente.
  • Melhorando a qualidade do serviço.
  • Prevenção de Fraudes.
  • Custos reduzidos no trabalho com fornecedores e clientes.

Graças aos serviços especiais o Big Data pode ser usado em qualquer departamento de marketing, incluindo empresas de médio e pequeno porte. 

– Em diversos momentos da sua rotina empresarial você vai precisar tomar algumas decisões. Nesse quesito, o Big Data te ajuda por oferecer os resultados que você deseja, então, ao tomar qualquer decisão, essa escolha será baseada no que foi encontrado na plataforma, economizando o seu tempo e atendendo as necessidades. 

– Um dos pontos mais importantes em uma empresa é definir o seu público alvo. Nesse sentido, além de estabelecer quem você deseja alcançar, os resultados obtidos na plataforma serão específicos desse conjunto de pessoas. Você vai conseguir oferecer o que o seu cliente quer, e não nada genérico só para estar ali. 

– Infelizmente, a realidade das empresas é dura, pois a concorrência existe para todos e não tem como esquecer disso. O Big Data te auxilia nesse quesito também, pois lhe é fornecido alguns dados que a sua concorrência utilizou para ganhar a clientela. 

Dessa maneira, você pode usar outras estratégias para captar clientes e se destacar no mercado, formando a sua imagem e ascendendo. 

– Pense comigo, você conseguiu dados que te fazem perceber exatamente o que o cliente procura em um negócio e você executa o necessário para conseguir essa pessoa, o que você construiu entre vocês? Uma relação com os clientes. Isso mesmo, a partir do momento que você atende as necessidades do sue cliente, ele entende que você oferece o que ele quer, logo, ele vai criar uma fidelidade com a sua empresa e o que ela oferece. 

– Na sua empresa – na gestão interna – você vai perceber como tudo fluirá melhor, de maneira mais harmônica, pois agora, você não tenta adivinhar o que os clientes querem, você já tem o que é necessário. A sua preocupação agora é totalmente voltada para a execução dos próximos passos de captação dos clientes. 

Então agora, mãos a obra! Ah, e por falar nisso o uso da Big Data nos permitiu achar qualquer informação dos sonhos do seu time comercial, vem conferir aqui!

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS