Como montar um fluxo de cadência

Como montar um fluxo de cadência de emails

Montando um fluxo de cadências de e-mails

Uma dúvida muito comum é a de como montar um fluxo de cadência bom, que seja prático e efetivo. Vale lembrar, antes de tudo, que estes fluxos são estruturas de organização voltadas à equipe de vendas, que permite a criação de uma rotina de contato, prospecção ativa e, finalmente, vendas!

Dito isso, no post passado já explicamos um pouco mais sobre o que é essa estratégia. Agora é hora de aprofundar, aprendendo como montar um fluxo de cadência que se adapte à sua empresa e ao que você está planejando. Veja:

As melhores estratégias

Existem diferentes estratégias quando estamos pensando em como montar um fluxo de cadência. Algumas são mais recomendadas para quem já está numa fase mais avançada. Aqui, vou focar em quem está começando.

  1. Estratégia de tempo no fluxo de cadência

Normalmente, quando estamos falando em como montar um fluxo de cadência, as estratégias são pensadas em número de emails (ações) e em quantos dias durará o fluxo.
Podemos pensar em um campanha com esses aspectos:

  • 5 emails no total
  • A campanha durará 10 dias
  • Serão 2 dias de intervalo entre um email e outro.

Ou seja, a estratégia 5 x 10 sugere que sua empresa realize 5 contatos no período de 10 dias. Não precisa ser necessariamente um contato a cada dois dias ou algo assim, isso fica livre, podendo ter mais de um em apenas um dia. Mas nesse caso, estruturamos a campanha dessa forma!

  1. Estratégia de ações

Como é de se imaginar, seguindo a lógica que apresentei, a estratégia 5 x 10 determina que 5 contatos sejam feitos em 10 dias. Sugestão de cronograma:

  • Intercale emails curtos e longos na cadência
  • Tenha emails de follow-up 
  • Use elementos audiovisuais como: envie um vídeo, um gif ou imagem para deixar o conteúdo mais dinâmico.

Vale a pena ressaltar, ainda, que estas estratégias são benéficas porque não precisam ser necessariamente utilizadas apenas na prospecção. Elas podem, na verdade, ser postas em práticas em qualquer etapa do funil de vendas da sua empresa.

Fluxo de e-mail X spam

Como montar um fluxo de cadência está muito relacionado com fluxo de e-mail. É preciso saber programá-los da melhor maneira, para que tragam os ganhos em produtividade e em vendas a que se propõem.

Para que isso aconteça, é necessário que sua empresa não realize confusões bobas e extremamente prejudiciais. É o caso de entender a diferença entre o envio de e-mails e de spam. Você sabe a diferença?

Veja as características principais de um email de spam:

Pense naqueles e-mails indesejados que você recebe – os spams. São e-mails genéricos, com conteúdo nada direcionado e com excesso de HTML, palavras como (clique aqui, compre já, garanta o seu), imagens que não carregam.

Ou seja, é até possível dizer que os spams acabam atingindo o objetivo contrário ao que se propõem, uma vez que podem mesmo afastar os clientes em potencial, em vez de aproximá-los. 

É exatamente o contrário do que você deseja quando pensa em como montar um fluxo de cadência com envio de e-mail. Por isso, fique atento.

Melhores práticas no fluxo de cadência

1) Segmente seu público-alvo:

Todo bom profissional de marketing sabe (ou deveria saber) que é essencial agrupar seus leads em grupos: é a regra número um de uma boa prática de email marketing. Considere agrupar os contatos por interesses, localização demográfica, comportamento, entre outros e USE essas diferenciações pra criar familiaridade com a pessoa no outro lado. Use a Speedio para segmentar as suas listas, nesse caso! Entenda também o que é o big data.

2) Personalize seus emails:

Existem inúmeras pesquisas comprovando que personalizar seus emails garante maiores taxas de abertura. Mas personalizar significa ir além da linha de assunto e da saudação.

Pesquise o melhor horário para enviar os emails, invista tempo em criar personas: somente assim você terá a certeza de que os seus clientes receberão emails customizados de acordo com suas especificidades e dores. 

Note que não podemos te dizer o melhor horário pra enviar seus e-mails, porque isso varia MUITO MUITO MUITO. A gente aqui da Speedio evita envia-los nas sextas feiras, e tenta fazer os envios entre 10 e 15 horas, mas isso pode ser completamente diferente pro seu publico.

3) Pense bem na linha do assunto:

Embora pareça simples e até óbvio, muitos profissionais de marketing não dão a devida importância ao assunto do email. Ela pode influenciar (e muito) as suas taxas de abertura. A primeira regrinha a se seguir é que seja breve: a linha de assunto não deve ter mais que 50 caracteres.

Coloque o nome do destinatário da mensagem no assunto; pense em palavras que lembram urgência como “só hoje”, ou “oferta relâmpago” para encorajar seus clientes a abrirem o email. Seja criativo e use frases atraentes para fisgar a atenção. O assunto deve ser intrigante e vago ao mesmo tempo: pense em como o seu cliente pode se beneficiar do email. Ah, e evite Emojis! Existem alguns estudos que dizem que eles são normalmente utilizados pelos sistemas de e-mail pra identificar spam.

4) Seja breve e preciso:

Coloque-se no lugar do seu cliente. Assim como ele, você é muito ocupado e tem centenas de emails enchendo sua caixa de entrada todos os dias. Escreva e-mails curtos e simples, afinal, na maioria das vezes apenas damos uma olhada rápida no conteúdo, enquanto escaneamos algumas palavras e imagens que nos chamam a atenção. Além disso, e mails muito longos tem mais chances de irem para a caixa de spam.

5)Tenha sempre um CTA:

O CTA (Call To Action – ou “chamada de ação” em português) é quase que obrigatório nos seus emails. É ele quem vai levar o seu cliente a fazer a ação que você espera dele. Use palavras fortes, curtas e de impacto, além de cores contrastantes, que se destaquem no design do email. Normalmente usa-se CTA no final do e-mail.

6) Como montar uma boa copy

Copy, ou copywritting no seu termo completo, é uma forma persuasiva de escrita. A finalidade, com o uso dela, é conquistar o seu leitor, de forma que você o influencie a tomar a decisão que você deseja.

Então, convenhamos, uma boa copy é indispensável. Este processo está intimamente ligado ao outbound marketing (prospecção ativa que procura os clientes ideais –  relembre aqui) e costuma ter ainda uma “chamada para ação” (ou CTA – entre estas nossas dicas).

Isso porque você deve conhecer o seu público, as estratégias para alcançá-lo e como chegar nele (gatilhos mentais, histórias, informações relevantes). Ao mesmo tempo, precisa deixar claro o que você indica com aquele texto – o CTA.

Gifs em Email Marketing

O uso de GIFs podem ser um aliado importante na sua estratégia, bem usados, eles deixam o email mais dinâmico, aumentam o engajamento do público e muitas vezes ajudam a mostrar o seu produto e a linguagem de comunicação da sua marca.
Use GIFs para representar uma reação, por exemplo: ao invés de escrever ‘’Claro, vamos lá’’ experimente usar uma imagem animada de ‘’joinha’’/ ‘’tudo bem!’’.
GIFs podem ser usados também para representar destacar um ação ou algo mais discreto para direcionar a uma oferta, ou palavra importante do seu texto!

Eles podem também ser usados para apresentar parte dos seus produtos, algo que remeta o uso e eficiência dele, ou até mesmo porque não imagens do seu próprio produto/serviço em movimento?

Assinatura do e-mail

É muito importante que ao final dos seus emails, a sua assinatura de email esteja lá!
Seja para fins como: o contato identifica o seu nome, e mails, telefones e sente mais confiança em falar com alguém que está acessível.

  • Gera autoridade e credibilidade ao conteúdo do email;
  • Ajuda na identificação da sua marca;
  • Utilize dos ícones das redes sociais pois aumenta a possibilidade de interação por outros canais de mídias.

Quando enviando e-mails em enormes quantidades, talvez você tenha que evitar tanto a assinatura do e-mail quanto menção à sua empresa no próprio e-mail. Mas isso aqui é em casos MUITO específicos, quando enviando dezenas de milhares de e-mails por mês.

Agora você já sabe o poder que um bom conteúdo pode ter. Faça seus testes, experimente por si próprio. Garantimos que a taxa de conversão de seus e-mails vão melhorar! 

Vale muito a pena também conhecer as 7 melhores práticas de automação de marketing.

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS