7 Melhores práticas: Automação de Marketing

Automação de Marketing

Fale com o seu público em grande escala porém de forma de forma individual. Mas afinal, o que é outbound marketing/prospecção ativa e como automação de marketing pode te ajudar: como o próprio nome já diz, é a utilização de ferramentas digitais, com o intuito de simplificar e escalar trabalhos de comunicação.

Muitos negócios ainda não fazem esse trabalho automatizado na prática e com todo o potencial que é possível alcançar. E você, já fez, ou ainda está apenas na teoria? Confira nossas dicas de ”melhores práticas: automação de Marketing” para começar a falar com o seu público em grande escala, mas de uma maneira individual, beneficiando principalmente o trabalho da sua equipe de vendas.

Como aplicar as melhores práticas nos seus emails pra melhorar sua automação de marketing:

Customização

1- Personalize seus e-mails com os dados do seu
contato. Quando recebemos um e-mail com o nosso nome, além de outras informações pessoais, damos mais atenção ao conteúdo e sentimos uma necessidade de responder, não é mesmo? Geralmente essa é uma função simples, disponível nas próprias
ferramentas de envio de e-mail. As variáveis mais comuns de
customização e que aumentam as taxas de engajamento são: nome
do lead – disponível como apenas primeiro nome ou nome completo
– e empresa que o seu contato trabalha. Nomes das pessoas, das empresas, dados relevantes dos mesmos são grandes benefícios do big data.

Conteúdos customizados

2- Você deve entender que nem todos os seus contatos estão prontos para adquirir seu produto e/ou serviço com o envio de apenas um email. O papel de uma automação de marketing bem executada deve guia-lo até esse momento e para isso não se deve iniciar seu funil de e-mails com um discurso invasivo e com tom de vendas, afinal, o objetivo inicial da sua automação deve ser tornar seus contatos em leads e com o decorrer das ações, transformar esses leads em clientes, de fato. Vale a pena considerar usar inteligência de mercado aqui.

Faça testes A/B

3- Os seus e-mails não estão gerando engajamento? Então é hora de você realizar “testes A/B” pra melhorar sua automação de marketing com eles, ou seja, compare duas versões de um mesmo e-mail e veja qual performa melhor para a sua lista.
Através dessa estratégia, é possível entender onde você está
errando. Faça as seguintes combinações para um teste A/B de qualidade:
-Assuntos de e-mail diferentes vs. corpo de texto igual;
-Assuntos de e-mail iguais vs. corpo de texto diferentes (a variação
pode se dar na utilização de imagem ou apenas texto, no tom de voz
da argumentação e até mesmo no call to action da mensagem);
-Horários e dias da semana de envio distintos.

Assunto dos seus e-mails

4- O assunto de um e-mail é o primeiro contato que o seu conteúdo terá com a sua lista. Sem um assunto relevante, seu e-mail será ignorado na caixa de entrada lotada dos seus leads. Por esse motivo, você deve se atentar com alguns detalhes na hora de criar o seu assunto:

  • Assunto com no máximo 65 caracteres para evitar cortar sua frase em visualizações em smartphones;
  • Evite palavras como: “promoção”, “desconto” e “compre já”, pois essas palavras fazem muitos provedores de e-mail encaminhar sua mensagem diretamente para o spam;
  • Aposte em assuntos com perguntas. Ao vermos um ponto de interrogação, tendemos a querer descobrir o problema e a resolvê-lo. Por exemplo: “Está precisando de oportunidade de vendas de qualidade?”

Não use apenas imagens

5- Atenção aqui, pois, muitos provedores de e-mail não carregam completamente as imagens, dessa forma, se o seu e-mail tiver apenas apelos visuais, sua mensagem não será passada. A estratégia aqui, é mesclar suas imagens com conteúdos textuais: caso a imagem não seja exibida, seu conteúdo ainda será passado através da leitura.

Isso é especialmente importante se você estiver prospectando clientes corporativos (B2B).

Aposte em bullets points

6- Uma simples mudança na formatação do seu conteúdo do corpo do e-mail pode fazer toda a diferença na sua automação de marketing e na sua relação com o seu (potencial) cliente. É isso mesmo, o uso de tópicos facilita a legibilidade do seu
conteúdo e, dessa forma, pode levar o seu contato até o e faze-lo
chegar ao seu call to action.

E-mails de qualidade

7- De nada adianta seguir todas as boas práticas citadas para a
construção de uma automação de marketing, se a sua lista de e-mail
não for de qualidade. Muita gente não sabe, mas cerca de 22,5% das bases de contatos de email marketing são deterioradas todo ano! Com uma lista bem segmentada – que se interesse de verdade pelos assuntos do seu negócio – você garante uma audiência engajada, autentica e o mais importante, que converte. Importante entender o que é o big data, hein, e como isso pode te ajudar a gerar resultados!


Quer saber como você pode conquistar dados de qualidade (o que no caso dessa postagem específica significa e-mails da empresa e e-mails de decisores) para colocar a sua automação de marketing para rodar? Nós estamos aqui para te auxiliar. Estamos te esperando aqui.

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS